domingo, 7 de setembro de 2008

qualquer pessoa uai

Oi :)

Minha bunda está doendo de tanto ficar sentada nesse calor, isso me irrita profundamente, tenho sonos gordos.
Ontem, deveriam ser umas 5h da manhã, um dia vamos dizer, bastante conturbado e eu botei minha cabeça no travesseiro e fiquei pensando né; como todo mundo costuma pensar uma vez na vida ..
O que quer, devidos princípios, atitudes, futuro.
Tem gente que nasce com um objetivo de ser alguém, igual né ..
TODO menino que você pergunta quer ser jogador de futebol :B alguns levam isso à sério, mas alguns, alguns seguem destinos diferentes por própria escolha ou da 'cultura' da família.
Igual na minha, mamãe é advogada, minha tia é delegada, minha irmã é juiza/advogada do BNDES (algo relacionado ao direito), e só. Minha família é deste tamanho, tirando as primas, são algumas mas não constituem o assunto do direito.

Então, existe aquela pessoa que você conhece, que aos 10 anos diz : Quero ser médica quando crescer, e acaba que chega 19 anos e ela está na UFMG fazendo medicina levando tudo à sério.
Não sei se eu queria ser assim, talvez. Mais pelo motivo de não decidir qual o rumo tomar em minha vida, queria ter a maturidade desta pessoa concreta de decidir a vida dela, serão anos e anos de dedicação fazendo o mesmo assunto.
Eu não sirvo pra isso. Estamos em setembro, em agosto liguei pra Cultura Alemã interessada em fazer alemão, hoje ... eu não tenho a mínima vontade.
Gosto de escrever redações desde meus 10 anos e ninguém nunca reclamou, talvez esse seja meu dom, ou talvez amanhã eu me interesse pela fabricação de fraldas.
O tempo muda, nós mudamos, somos influenciados de tudo quanto é tipo, é inevitável ...

Dentro de nós têm de existir algo que nos impulse a querer alcançar aquele objetivo, mas você não vai tirar isso da noite pro dia como se fosse um milagre, um sinal. Estou sem base para me apoiar caso eu caia, tenho 16 anos, quero saber o rumo que devo tomar em minha vida, aquela sensação sabe ? 'Estou perdida, está escuro e não sei o que fazer'.

Há, mas eu sei que tudo nesta vida tem uma devida solução, um caminho certo a se seguir.
Desde o momento em que viemos ao mundo temos uma missão a cumprir, não importa qual, seja ela estranha, incomum, excêntrica, é sua, e você tem de aceitar da mesma maneira que você aceita a dos outros comprovando como a convivência.

Bom, é isto .. fui tomar banho 22:22
voltei 22:44 ou seja, foram 22 minutos. Essa coisa de números, está me deixando mais louca.

tô indo bjs


9 comentários:

  1. Gostei muito do seu blog, vou continuar visitando, espero que faça o mesmo la no meu blog ;) bjo

    ResponderExcluir
  2. adorei o texto.
    também tenho 16 anos, presto vestibular ano que vem e a noção do que eu quero fazer não me convence.
    não consigo juntar algo com o que eu gosto a algo que dê dinheiro.
    espero me encontrar até o meio do ano que vem.
    to indo bjs.

    ResponderExcluir
  3. oi gordinha
    leio todo dia agora
    espero que voce leia o meu
    hehe
    <3
    saudades arroto girl

    ResponderExcluir
  4. Adorei o seu blog, mesmo porque eu me interesso mais por blogs pessoasi assim.

    Outra coisa, eu também tive esses problemas que vc teve. Meu pirmeiro vestibular foi para Odonto, coisa de maluco, hoje em dia me dedico as letras, mesmo não sendo o que gostaria de fazer, pois prefiro me dedicar ao irreal, como escrever e atuar. Não pretendo ser um professor... Mas no Brasil é difícil viver de arte!

    Voltarei mais vezes, se quiser adicionar como parceiro pode, que eu adiciono o seu. Dá um clique lá no meu também, talvez se identifique, ou fique tão louca quanto eu sou!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  5. o tempo vai passando as coisa vão mudando... segundo minha mãe eu já quis trabalhar como 'piloto' de trator ou se diz tratorista?

    ResponderExcluir
  6. po to numa situação parecida n sei q devo fazer...da minha vida profissonal...tenhu mt's duvidas tb ^^ como a nossa aiga comento acima... "não consigo juntar algo com o que eu gosto a algo que dê dinheiro."
    mais... a vida continua!

    heheh

    Bjus!

    http://www.terraescrota.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Quando Lygia Fagundes Telles disse que, em sua época de moça, havia preconceito com ela porque era escritora e que, depois, descobriu que os bons escritores não são bons escritores pelo sexo, e sim pelo seu trabalho, acreditei. Mas hoje vejo que, quando uma mulher dá pra escrever, é melhor que homem. Principalmente se é adolescente.

    Abs,
    fernando

    P.S: Está vendo? nem liguei pro conteúdo de sua postagem. Mas... vai ser escritora, uai.

    ResponderExcluir
  8. Faz parte tudo isso!

    um modo de descobrir oq queremos oque vamos ser quando crescer.. srsrs

    acho que todos vão ou já passaram por isso.. vc vai se encontrar ..s rs

    bjs

    ResponderExcluir