sábado, 12 de junho de 2010

Beija Flor

Vai de flor em flor, extraindo todo o néctar. Mal sabe ele que um dia isso acaba, que tudo se torna monótono. Mas ele pensa; outras flores virão. Ou não.
Eis que distante há uma flor, e ela sabe que aquele Beija Flor esconde medo e orgulho. E para ela, coitada, disposta a entender, não foi difícil. No momento em que aquele bico a tocou, ela pôde sentir.
Coberto de mistérios, é um pássaro livre. Apesar de seus olhos, pequenos, porém intensos, mergulhados em uma desconhecida solidão, cercado de receios, tão bobos. Que por sua sorte pareciam ser evitáveis.

E foi-se, silenciosamente.

10 comentários:

  1. muito bom!
    o beija flor sai, mas ainda têm as abelhas :D

    ResponderExcluir
  2. e arrume o relógio do seu blog :)

    ResponderExcluir
  3. E esse beija flor era alguem que a flor amava?

    ResponderExcluir
  4. Amar é algo muito forte, não chegou a tal ponto.

    ResponderExcluir
  5. profundo demais p mim pobre mortal....

    ResponderExcluir
  6. Que lindo.
    Amei.

    Beijos, Carol!

    http://publicidadesaltoalto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Muito lindo esse texto, bem profundo *-*

    ResponderExcluir
  8. Realmente ficou muito belo. Uma formosura de texto.




    Peace.

    ResponderExcluir