domingo, 21 de setembro de 2008

ridículos.

Acho que não consigo mais escrever, algo dentro de mim travou.
eu sabia que alguma hora aconteceria isso, todos nós temos um limite, talvez esse seja o meu.
Nem motivo tenho. ¬¬
É falta de criatividade, liberdade, idéias, estou um mês sem aulas, se me derem uma equação do segundo grau fácil para resolver, terei de ficar um bom tempo lembrando a maneira de resolvê-la. ( não esqueci a fórmula de Báskara ), ainda.
Bom, tenho vontade de explodir a escola, tudo bem que professor ganha uma merda de salário, mas prejudicar alguns alunos que vão à escola com o intuito de querer estudar, é uma sacanagem.
A maioria só quer denegrir a imagem, pixando, destruindo cadeiras, roubando relógios, quebrando vidros, é uma ridicularidade, falta de respeito do primeiro fio de cabelo até a unha do dedo do pé, isso me deixa muito puta, e me dá desgosto de ir ao colégio, mas se eu não completo meu segundo grau, fica mal pra mim.
Mas poxa, você encontra pessoas que acordam 7 da manhã para ir ao colégio para estudar e querer pelo menos ter o segundo grau e tentar um vestibular, isso é para poucos que não possuem condição financeira na vida, tem uma vida conturbada e etc, não é meu caso, mas muita gente passa por situações complexas como essa.

Greve não adianta porra nenhuma, governo diz que vai aumentar alguns por cento, mas na verdade aumenta a raiva dos professores.
Como um professor pode ter a inteligência de crer na palavra de um governo podre como o nosso ? Nem minha sobrinha de cinco anos de idade faria uma ignorância dessas, chega a ser deplorável.
Minha professora de Inglês não sabe porra nenhuma, eu com 2 anos de curso sei mais que ela, aula de Biologia (?) até hoje só tive umas três !
Se governo se importasse realmente com a educação brasileira, eu não estaria aqui falando sobre a alta qualificação dos professores, dizem que vão colocar internet e computadores, modernidade e etc. Meu colégio nem laboratório possuí .. é uma vergonha.
Acho que aluno nenhum precisa de internet pra aprender as matérias, isso tudo é falta de força de vontade, o que faria diferença em todas as escolas.
Se nenhum professor faltasse, fizesse o trabalho de uma maneira voluntária e positiva, se não gosta do emprego, vai embora cara ! Não prejudique quem quer evoluir ..
Mudar de escola não adianta, todo colégio público sofre a mesma desgraça da exclusão de força de vontade .. e colégio particular, não é qualquer pessoa que tem uma boa qualidade financeira para pagar R$500, R$700 !

É por isso que as pessoas hoje em dia escrevem Hortelã com O ( Ortelã ) e nosso IDH é uma merda, até Israel nos ultrapassa, mesmo sendo bombardeado diariamente.

tô indo bjs



13 comentários:

  1. er... infelizmente as coisas públicas [sem exceção] são arruinadas por vândalos pq 'eles' acham q é um bem do governo. Ah, mas quem paga os impostos? sim, o dinheiro sai desses vândalos [ou dos pais deles, q seja]
    enfim, se o governo investisse um pouco mais na educação, qualificação e fiscalização de bens públicos [uma utopia, claro] o Brasil COM CTZ aumentaria IDH e blábláblá [/clichê] e todo mundo seria feliz :D [/mais clichê ainda]
    :P

    visite meu blog

    http://efeitoanestesico.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. *medo*

    realmente essa greve ja ta fudendo tudo...

    mais doque ja é.


    mais bem
    nao é atoa q eu vou pra europa =D

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu tbm estou de greve há quase um mês! Ehh uma vergonha realmentee!

    Vc eestudaa aonde?
    Que estadoo?

    http://mundop-o-p.blogspot.com

    Buscando parcerias...

    ResponderExcluir
  4. pra quem travou vc escreveu bem ^^
    beijos

    ResponderExcluir
  5. é foda né por culpa de problemas de um goberno fdp q vive falando pra se aparecer em educação mas num toma medidas para tornar a profissão dos professores melhor remunerada e reconhecida


    bom né temos um presidente analfabeto

    ResponderExcluir
  6. é um absurdo um funcionário querer reinvidicar seus direitos perante o governo prejudicando pessoas que não tem nada a ver com o assunto.

    Gostei do seu blog

    ResponderExcluir
  7. O Brasil é um dos países (se não O país) que mais paga impostos, se o nosso sistema educacional e de saúde são tão precários, eu me pergunto, pra onde vai todo esse dinheiro?
    Como se nós não soubéssemos a resposta, tsc.
    Adorei o blog, muito bom, passa no nosso se tiver tempo:
    http://ahazzabee.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Que estado vc estuda??

    Por aqui em SP, esta se falando em greve da policia..

    Como o lenadro falou .. coisas publicas é uma calamidade .. é um desrepeito com a população..

    abç..

    ResponderExcluir
  9. Deus disse: Isabela Seabra e isabela se abriu em seu blog, e meteu o pau no colegio, nos professores, no governo, e nos colegas... é isso ai moça, continua seabrindo ai que voce está sendo ouvida...

    ResponderExcluir
  10. Oi :B

    (igual o cara falou: Se abra ausaushas)

    Não sabia que era por greve que vc não estudava há um tempo.

    Não sou boa pra falar sobre esses assuntos, já que não me interesso.
    Por isso não vou meter pau no governo ahsauhsas. Mas apenas reforçar que a falta de interesse dos alunos gera falta do que fazer, que gera 'vandalismo'.

    E é isso :p.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. De certa forma, Isabela, concordo contigo. Mas também, em certo grau, discordo de algumas coisinhas.
    A questão da má qualidade das aulas em escolas públicas não é de total responsabilidade do professor; às vezes, sim, há professores mal preparados para exercer seu papel. Mas em grande parte das vezes, Isabela, o professor de escola pública não tem recursos para dar sua aula. Cito recursos, mas acredito que isso seja a coisa mais vã para uma motivação por parte do professor. O que é preciso, e isso sim afirmo por experiência em sala de aula, é colaboração por parte dos alunos.
    Qual professor se sente confortável com alunos que não prestam atenção, que o xingam, que levam a vida escolar do professor para fora da sala de aula? Isso sem citar as ocorrências de ameaças, por parte dos alunos, para ganhar notas.
    O aluno tem um lado da moeda, o professor outro. Cada um vê o que lhe convém.

    Em relação às greves, sou de total concordância contigo, Isabela. :D


    Ah, sim. Sempre estudei em escolas públicas, com greves, vândalos, pichadores... mas, enfim, passei de primeira em uma Universidade Federal - UFPE. O interesse vem de cada um; a escola não passa de um "empurrão". Nada mais que isso.


    Parabéns pelo Blog. =*



    Leo Gueiros

    http://hyliandomain.blogspot.com/

    ResponderExcluir